Os Florais de Bach

Decorria o ano de 2015, quando numa formação de Kinesiologia Aplicada e Holística, me foi apresentado Os Florais de Bach. Com a expectativa de mais uma ferramenta, lá mandei vir o kit com as 38 essências e como bom profissional fui o primeiro a testar as mesmas. E nada melhor do que fazer um preparado para melhorar a confiança com vista aos exames de final de ano do curso de osteopatia. Um ano mais tarde, lá voltei a repetir o mesmo método. Se quiserem saber o resultado, podem ter a certeza que foram os anos mais fáceis a ultrapassar o stress de um exame final e com mais confiança.

“Os Florais de Bach, são uma poderosa e profunda ferramenta positiva, mas são tão simples e acessíveis que qualquer pessoa os pode utilizar eficazmente…” O seu criador, Dr. Edward Bach (1886-1936) médico qualificado, investiu neste campo, com o objetivo de ajudar os outros e acreditava que existia uma forte ligação entre o processo de cura e o estado de espírito do paciente. (Vennells, D. (2015). Guia Completo dos Florais de Bach. Pergaminho.)

O kit dos florais, é composto por 38 essências, que se podem agrupar em 7 grupos emocionais, como forma de aceder facilmente ao que cada paciente necessita. Os grupos são os seguintes: 

  • Grupo Emocional 1: Para os medos (5 essências)
  • Grupo Emocional 2: Para a incerteza (6 essências)
  • Grupo Emocional 3: Para o desinteresse (7 essências)
  • Grupo Emocional 4: Para a solidão (3 essências)
  • Grupo Emocional 5: Para pessoas influentes (4 essências)
  • Grupo Emocional 6: Desespero e desolação (8 essências)
  • Grupo Emocional 7: Sofrimento pelos outros (5 essências)

A escolha das essências principais (máximo 7), pode ser feita de várias formas. Eu utilizo o processo de Kinesiologia aplicada ou holística, “perguntado” ao corpo o que ele necessita.

Embora ainda existam poucos estudos, que podem levar a alguma controvérsia, já começam a existir alguns que mostram a eficácia do método, que tenho comprovado pela prática clínica. Um estudo, mostrou que os Florais de Bach (rescue) foi eficaz no controlo da glicemia, triglicerídeos e colesterol, podendo servir como estratégia para reduzir fatores de risco nas doenças cardiovasculares (estudo realizado em ratos). Outro, mostrou que o método trouxe mudanças emocionais positivas nos paciente, e mesmo na dor, embora nesta última, fosse difícil de chegar a uma conclusão definitiva. Num outro estudo, verificou que um creme baseado nos florais, tratou-se de uma intervenção eficaz no tratamento da síndrome leve e moderada do síndrome do túnel carpiano, reduzindo os sintomas de gravidade e proporcionando alívio da dor.

Desde 2015, tenho utilizado esta ferramenta para auxiliar os tratamentos, quando verifico que existem factores emocionais (que acontece muitas vezes) a interferir no processo de patologia. Outro método para a parte emocional é a Leitura Biológica, que brevemente irei descrever.

Se algum paciente ou alguém que já utilizou esta técnica quiser deixar o seu testemunho, está à vontade. Se os quiseres conhecer, já sabes onde me encontrar. 

Um abraço do amigo fisioterapeuta/osteopata!

João Cardoso

Referências Bibliográficas:
– Resende, M.; et all (2014). Preventive Use of Bach Flower Rescue Remedy in the Control of Risk Factors for Cardiovascular Disease in Rats. In: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/25146077/
– Horward, J. (2007). Do Bach Flower Remedies Have a Role to Play in Pain Control? A Critical Analysis Investigating Therapeutic Value Beyond the Placebo Effect, and the Potential of Bach Flower Remedies as a Psychological Method of Pain Relief. In: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/17631260/
– Rivas-Suárez, S.; et all (2017). Exploring the Effectiveness of External Use of Bach Flower Remedies on Carpal Tunnel Syndrome: A Pilot Study. Journal of Evidence-Based Complementary & Alternative Medicine. In: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/26456628/